Agronegócio

logo transparente

I_encontro_tec_slide
vest_22018_slide

CURSO DE TECNOLOGIA EM AGRONEGÓCIO

 

Perfil Profissional

 

                O TECNÓLOGO EM AGRONEGÓCIO é o profissional que viabiliza soluções tecnológicas competitivas para o desenvolvimento de negócios na agropecuária a partir do domínio dos processos de gestão e das cadeias produtivas do setor. Prospecção de novos mercados, análise de viabilidade econômica, identificação de alternativas de captação de recursos, beneficiamento, logística e comercialização são atividades gerenciadas por esse profissional. O profissional do agronegócio está atento às novas tecnologias do setor rural, à qualidade e produtividade do negócio, definindo investimentos, insumos e serviços, visando à otimização da produção e o uso racional dos recursos.

 

Áreas de atuação

 

                Empresas e organizações do Agronegócio bem como instituições de ensino e pesquisa.

 

Competências

 

                Capacidade para executar intervenção direta ou indireta nos processos do Agronegócio, assim como, controlar e avaliar as múltiplas variáveis encontradas neste segmento produtivo.

                Aplicar tecnologias e conhecimentos sobre produção vegetal e animal: cadeias agroindustriais; planejamento estratégico: análise e controle de custos de produção; marketing;  finanças;  gestão da qualidade: políticas agrícolas nacionais e internacionais;  organização empresarial;  macro e microeconomia; planejamento e controle da produção; gestão de recursos humanos; empreendedorismo; legislação; análise de investimentos; logística; gestão ambiental;  tecnologia da informação; administração de estoques; contabilidade; comércio internacional; procedimentos de exportação; políticas agrícolas e desenvolvimento de produtos.

 

 

Objetivos do curso

 

                Formar profissionais com competências tanto em tecnologias de gestão, quanto de produtos e processos, visando o entendimento das principais questões relacionadas ao Agronegócio brasileiro e produzindo, como consequência, direta ou indireta, intervenção na multiplicidade de variáveis dos segmentos agroindustriais públicos ou privados. Além disso, por meio de permanente atualização e investigação tecnológica, pretende-se construir conhecimentos relevantes para a sociedade e igualmente contribuir com a discussão das políticas públicas e privadas relativas ao setor.