Open Conference Systems, V JORNACITEC

Tamanho da fonte: 
GREEN IT COMO FERRAMENTA ESSENCIAL PARA O CONTROLE DOS DANOS AMBIENTAIS CAUSADOS PELA TI
James Carlos Santana de Oliveira, José Márcio Mathias, Maria do Carmo Vara Lopes Orsi

Última alteração: 2016-10-04

Resumo


O presente trabalho tem como objetivo apresentar o Green IT como uma ferramentaessencial para o controle da poluição e dos danos ambientais causados pela área de TI, visto que oaumento excessivo do consumo de hardware para o setor de TI tem prejudicado constantemente omeio ambiente. O gasto alto com uso de energia elétrica e a substituição continua de materiais de TIsão um dos principais problemas para a natureza, pois um afeta o consumo de energia e o outrocontamina o solo pelo descarte indevido de hardware com componentes altamente tóxicos. NoBrasil, ainda não há uma norma ou lei que regulamente todos os processos de TI, inclusive no que serefere ao meio ambiente. A única lei que abrange uma parte da TI é a Lei nº 12.305, de 2 de agostode 2010 no Art. 33 que indiretamente fala sobre TI. Esta pesquisa bibliográfica abordará o conceitode Green IT com base no artigo do instituto Gartner, chamado Green IT: a new industry shock wavede Simon Mingay (2007), onde também serão analisados os três fatores do Green IT: políticas elegislações, estratégias informacionais e organizacionais e ReDesign, ReUse, ReCycle.Compreendendo a legislação da União Europeia (2006) REACH- Registration, Evaluation andAuthorization of Chemicals, a diretiva RoHS do Parlamento Europeu (2011) e a política ambientalCap and Trade segundo a European Commission (2016) que tornam o Green IT possível. Por fim seráabordada a pesquisa realizada pela Symantec Enterprise, intitulada Green IT Report Regional Data –United States and Canada (2009), onde foi analisada as principais iniciativas de implementação doGreen It em corporações pelo mundo. A proposição de Green IT é que sejam dados tratamentosdiferenciados para cada etapa da vida útil dos equipamentos de TI, definindo ações específicas queafetam a maneira como se desenvolvem os equipamentos e produtos, como são definidas asestratégias de compra por parte das empresas, o modo de uso da tecnologia e ainda os processos dedescarte, reuso e reciclagem (BRAYNER, RAMOS e BRAYNER, 2013 apud MORAES 2015, p. 711 e712).

Texto completo: PDF