Open Conference Systems, V JORNACITEC

Tamanho da fonte: 
TOXEMIA DE GESTAÇÃO EM OVELHAS
Ariane Dantas, Maria Fernanda Correia da Silva Carrega, Luiz Gustavo Bicas Barbosa

Última alteração: 2016-09-06

Resumo


A toxemia de gestação é uma enfermidade relativamente frequente nas criações de ovinos, principalmente em sistema intenso de criação e está relacionada a adoção de um manejo nutricional inadequado durante o período gestacional. A incidência dessa doença é maior em ovelhas com fetos múltiplos, devido a maior exigência energética desses animais, principalmente ao final gestação, onde o desenvolvimento do feto e da glândula mamária é mais acentuado. As causas da toxemia da gestação estão associadas tanto a subnutrição quanto a superalimentação dos animais e caracteriza-se por ser uma desordem metabólica energética e hormonal multifactorial, que resulta na hipoglicemia, cetose e acidose metabólica, com sintomatologia nervosa e digestiva. Assim, conhecer a forma de sua ocorrência é essencial para determinar medidas eficientes de profilaxia, visto que se trata de uma doença que provoca grandes prejuízos econômicos na ovinocultura, devido à morte materna e fetal. Dessa forma, o objetivo do presente trabalho é descrever aspectos epidemiológicos, clínicos e patológicos, assim como meios de diagnósticos, tratamento, profilaxia e controle da toxemia da prenhez, através de revisão literária.


Texto completo: PDF