Open Conference Systems, V JORNACITEC

Tamanho da fonte: 
POTENCIAL DA PRODUÇÃO DE BIOGÁS NA REGIÃO DE BOTUCATU A PARTIR DOS DEJETOS DE REBANHOS BOVINOS
Marcelo Felipe Matias, Geraldo de Nardi Junior, Sergio Augusto Rodrigues, Valeria Cristina R. Sarnighausen

Última alteração: 2016-09-14

Resumo


RESUMO: A destinação adequada de dejetos animais gerados na bovinocultura pode proporcionar aos produtores a oportunidade de produção dos bioprodutos tais como o biogás e os biofertilizantes. O biogás consiste de uma mistura gasosa de metano (CH4) e dióxido de carbono (CO2), sendo considerado uma fonte de energia renovável e limpa, o qual pode ser obtido através do processo de biodigestão anaeróbio. Seu potencial energético pode ser aproveitado para geração de energia térmica e/ou elétrica, podendo contribuir com a redução de riscos ambientais como contaminação de solos, rios, córregos e emissão de gases de efeito estufa (COLATTO e LANGER, 2011; SANTOS e NARDI JUNIOR, 2013; SILVA e SILVA, 2016). Este trabalho tem como objetivo quantificar o potencial da produção de biogás a partir de dejetos do rebanho bovino de 11 municípios que compõem o Escritório de Desenvolvimento Rural (EDR) de Botucatu. Para isso foi utilizado a base de dados do IBGE (2014), quantificando o número de animais por município da EDR Botucatu, a qual é composta pelo municípios: Anhembi, Areópolis, Bofete, Botucatu, Conchas, Itatinga ,Laranjal Paulista, Pardinho, Pereiras, Pratânia e São Manuel. Com base na metodologia proposta pelo Centro Nacional de Referência em biomassa (Coelho et al.,2008), o volume estimado de geração de metano (VCH4/ m³) contido no biogás, resultante da decomposição dos dejetos produzidos pelos animais diariamente nas propriedades rurais, foi determinado por meio do produto das seguintes variáveis: quantidade de dias do período analisado (30 dias), rebanho efetivo de animais (Qtdeanimais), quantidade total de dejetos gerados (Et), produção de biogás (Pb), concentração de metano no biogás (CCH4) e o volume específico do metano (VE-1). Os valores de conversão energética para bovínos utilizados foram: Et = 10 kg, Pb = 0,037, CCH4 = 60% e VE=0,670 kgCH4 /m3CH4 (Coelho et al., 2008) e Qtdeanimais = 260.540 (IBGE, 2014). Considerando que 0,62 m³ de biogás tem potencial para gerar 1 kwh (TURDERA e YURA, 2006 citado por SILVA e SILVA, 2016), determinou se também a possível conversão em energia elétrica (kwh/mês). Desta forma, verificou-se que a EDR de Botucatu apresentou um volume potencial de produção de biogás de 2.589.845,37 m³/mês. Destaca-se também que este volume poderia gerar energia elétrica suficiente para suprir aproximadamente 27.847 residências com consumo mensal de aproximadente 150 kwh/mês, considerando um cenário de reaproveitamento total dos dejetos gerados nos municípios da EDR de Botucatu.


Texto completo: PDF