Open Conference Systems, IV JORNACITEC

Tamanho da fonte: 
PLANO DE PROGRAMAÇÃO DE SEMÁFOROS ELETRÔNICOS PARA A CIDADE DE BOTUCATU
Bernadete Rossi BARBOSA-FANTIN

Última alteração: 2015-09-22

Resumo


A realidade da maioria das cidades brasileiras torna-se problemática na medida em que o uso massivo do automóvel traz uma série de problemas para a qualidade de vida das pessoas. Por proporcionar uma série de comodidades e facilitar a atribulada vida moderna, o carro é preferência de grande parte da população que tem capacidade de investimento para mantê-lo. No entanto, essa comodidade tem seu preço, pois o aumento da frota de veículos provoca congestionamentos, poluição atmosférica, acidentes, e necessidades de altíssimos investimentos de recursos em obras viárias. Nesse sentido, a Engenharia de Tráfego atua no intuito de organizar e racionalizar o trânsito. Controlar cruzamentos que operam com grande número de veículos pode mostrar-se tarefa difícil para alguns técnicos menos experientes. Dependendo da realidade apresentada a colocação de semáforo é a única solução capaz de proporcionar alternância de passagem com segurança e comodidade. Fundados em alta tecnologia os equipamentos de controle semafórico permitem programações diversas para as mais variadas situações, no entanto, nas cidades de pequeno e médio porte, a falta de técnicos preparados para desenvolver tais projetos com o uso de tais tecnologias impossibilita que esses recursos sejam usados de forma eficazes na melhoria da qualidade dos deslocamentos das pessoas, que se vêem obrigadas a suportar esperas desnecessárias geradas pelos congestionamentos e a incorreta programação desses equipamentos. Faz-se então emergencial desenvolver uma metodologia clara e simples que auxilie as cidades de pequeno e médio porte, carentes de recursos humanos e financeiros a lidarem com problemas que até então se mostram sem solução. Este projeto de pesquisa destina-se a levantar e analisar a situação dos semáforos implantados na cidade de Botucatu, bem como identificar os problemas e propor soluções de forma a otimizar a sinalização semafórica existente.

Texto completo: PDF